Com o Prouni 2018, iniciar um curso superior nunca foi tão simples! Com o auxílio do Prouni 2018 jovens carentes têm direito de entrarem em universidades privadas por meio de bolsas integrais ou parciais.  Acompanhe nosso artigo e fique por dentro de tudo o que você precisa saber para obter o Prouni.

PROUNI 2018

PROUNI 2018

Muito em breve o PROUNI 2018 vem ai e com ele a correria para inscrições e matrículas, por isso é importante entender as novas regras do programa o quanto antes!

Entenda melhor o Prouni 2018

Criado no ano de 2005, o Programa Universidade para Todos (PROUNI) é de total responsabilidade do Ministério da Educação!

O Prouni oferece inúmeras oportunidades de estudos gratuitos ou parciais para estudantes que ainda não concluíram a sua primeira graduação.

As bolsas estão espalhadas entre as melhores instituições privadas do país e as oportunidades não são apenas para cursos de nível superior, mas também sequencial, como pós-graduação ou especialização.

→ Para ter acesso a todas as opções de cursos e instituições participantes do Prouni 2018, clique aqui!

As bolsas são divididas das seguintes formas: 

  • Bolsas Integrais → 100% de desconto no valor total das mensalidades;
  • Bolsas Parciais → 50% de desconto no valor total das mensalidades.

Atenção: As bolsas integrais são dedicadas aos candidatos que comprovem renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio.

Já as bolsas parciais, são para estudantes que comprovem renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até três salários mínimos.


Quem pode participar do Prouni  2018?

Por se tratar de um programa de origem social, apenas alguns brasileiros poderão ter acesso aos seus benefícios!

A princípio, o processo seletivo é destinado a estudantes que concluíram o ensino médio e pretendem iniciar algum curso de nível superior, mas não possuem condições financeiras de arcarem com os cursos.

Porém, além disso Prouni 2018 também é viável para:

  • Professores da Rede Pública de Ensino;
  • Alunos de escolas públicas ou bolsistas em escola privada;
  • Pessoa portadora de alguma deficiência.

 

Mas independente do seu perfil, o candidato que deseja se tornar um prounista precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM 2017) e ter obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas e não ter zerado a redação. 

Ficou na dúvida sobre as informações ?

Você pode conferir tudo no vídeo abaixo:


Como me inscrever no Prouni 2018?

O processo seletivo do Prouni  2018 tem uma única etapa de inscrição. O seu cadastro é  gratuito e realizado exclusivamente pela internet!

Atenção: Para fazer a inscrição, o candidato deve informar os mesmo dados utilizados para se cadastrar no ENEM 2017. Siga os passos abaixo:

  • Acesse o site do PROUNI → clicando aqui;
  • Clique na opção “Fazer Inscrição” no menu principal;

  • Insira o número da sua inscrição e senha utilizada no ENEM;
  • Digite o código de segurança gerado pelo próprio site;
  • Clique em “Entrar no Prouni”.

Ao ser redirecionado a uma nova janela, você poderá escolher, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil.

O candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas.

Atenção: Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar as opções, mas será considerada válida a última inscrição confirmada.


Como funcionam as notas de corte Prouni 2018?

Caso você ainda não saiba, existe uma nota de corte que faz com que você siga ou não concorrendo ao curso que escolheu!

As notas de cortes do Prouni 2018 funcionam da seguinte forma: Todos os dias durante as inscrições, exatamente às 00:00, a nota de corte dos curso são divulgadas.

Quanto maior tenha sido sua nota no ENEM, maior sua chance de conseguir uma vaga e não ser eliminado pela nota de corte.

Caso você não tenha obtido a nota mínima para continuar concorrendo a vaga, você tem a opção de escolher permanecer concorrendo aquela vaga ou mudar de curso.


O que fazer após o período de inscrição Prouni?

Encerrado o prazo de inscrição, o sistema do Prouni 2018 classifica os estudantes de acordo com as opções e as notas obtidas no Enem de 2017, por isso estudar para as provas é de extrema importância!

Os estudantes serão selecionados a apenas uma das opções de curso, observada a ordem escolhida no momento da inscrição e o limite de bolsas disponíveis.

Os candidatos pré-selecionados têm um prazo para comparecer à instituição de ensino e apresentar os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição.

Caso você não consiga a aprovação nessa primeira seleção, poderá se inscrever para a segunda chamada, que funcionará da mesma forma!


Documentos necessários para se matrícular

Para certificar-se da veracidade das informações prestadas, a instituição pode pedir ao estudante outros documentos que julgar necessários.

Entre eles:

  • Carteira de Identidade de todo os membros da família;
  • Carteira do Trabalho e Previdência Social (CTPS) de todo os membros da família;
  • Comprovantes de residência como contas de água, gás, energia elétrica ou telefone;
  • Três últimos contracheques, no caso de membros com renda fixa.
  • Declaração de IRPF, acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver;
  • Comprovantes dos períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em escola pública, quando for o caso;
  • Comprovante de percepção de bolsa de estudos integral durante os períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em instituição particular, emitido pela respectiva instituição, quando for o caso.

✱ Em caso de dúvidas, leia as regras em:
     Edital Prouni
     Documentos necessários Prouni 2018

 

Clique aqui e confira a lista completa de documentos necessários para matrícula!


Cronograma Prouni 2018

Apesar da grande procura, ainda não foi liberado o cronograma Prouni 2018, por isso você deve se manter atento!

Porém, vamos passar informações do cronograma do ano anterior, assim você pode se basear para a próxima edição:

  • 31/01 até 03/02 – Período de inscrições
  • 06/02 – Resultado da 1ª Chamada
  • 06/02 até 13/02 – Comprovação das informações fornecidas no momento da inscrição
  • 20/02 – Resultado da 2º Chamada
  • 20/02 té 24/02 – Comprovação das informações fornecidas no momento da inscrição
  • 07/03 até 08/03 – Período para participar da lista de espera
  • 13/03 até 14/03 – Entrega de documentação

Dúvidas sobre o programa? Para entrar em contato com o MEC confira os contatos a seguir: